m o u n t a i n.....b i k e.....t e a m
b a r c e l o s.....p o r t u g a l
.
.
CALENDÁRIO DE ACTIVIDADES
.
.
.
.
raposasmbt@maisbarcelos.pt
.
.
.
.
.
.
.

terça-feira, outubro 09, 2007

Assembleia Geral, 04/10/2007

Acta nº (é só ver o número da última e somar mais um)

No dia quatro do mês de Outubro do ano de dois mil e sete, pelas vinte horas e quarenta e oito minutos, estavam reunidos no "Zé da Esquina" em Barcelinhos, onze dos doze elementos das "Raposas".

Dado estar representado noventa e um vírgula sessenta e sete por cento do capital desportivo do grupo, foi decidido efectuar uma assembleia geral extraordinária com vista à discussão de diversos assuntos de interesse geral, outros sem interesse nenhum, da admissão de um novo elemento e sobretudo para jantar.

A assembleia, que não foi presidida por ninguém, teve assim início sem mais demoras e rápidamente se verificou que não havia nada de interesse para discutir. Além do mais o jantar estava quase pronto. Sem discussão, quem queria verde pediu verde e quem queria maduro pediu maduro. Já com alguma discussão alguns "tinébrios" pediram água!

Durante o jantar e à rebelia do próprio, foi aceite por unanimidade a entrada de um novo membro, o Manuel Anjo. As "Raposas" são agora compostas por treze elementos sendo que no número treze, do azar, temos um "Anjo". Assim não há "galo"...

Foi também decidido por unanimidade um voto de felicitações à "Raposa" Armindo, pelo nascimento da sua primeira filha, e ainda um outro à "Raposa Mor" Zacarias Miguel, pela gravidez da sua esposa.

Como não se fala de boca cheia que é feio, pouco ou nada mais de relevante houve a salientar.

A assembleia terminou numa aparvalhada brincadeira ao estilo medieval da qual quase não houve vítimas a registar.

Posteriormente foi elaborada esta acta com o completo desconhecimento de todos os presentes na assembleia e por isso dispensada de assinaturas.

Barcelos, 4 de Outubro de 2007


3 comentários:

Noddy Nuno Campos disse...

Parabens ao secretário pela redação da acta.
Muito bom...

Joca disse...

Certamente o secretário agradeceria o elogio do Nuno mas, infelizmente, de momento não se encontra entre nós. Após uma reflexão espiritual, decidiu juntar-se à revolta dos Monges Budistas em Myanmar, tendo sido relatada na SKY News a sua última aparição na passada terça-feira quando, na sua cruzada pela paz, lançava "cocktails molotov de aguardente de medronho" às autoridades do regime birmanês. Por conseguinte, o trabalho de redacção ficou a cargo do Presidente. Assim sendo, o meu muito obrigado.

Quinzé disse...

Quero apenas expressar uma palavra de apreço ao Sr.José da "Esquina", dono do "covil" onde decorreu a assembleia, pela sua paciência e tolerância às constantes traquinices das Raposas. O nosso muito obrigado.